• Reconstruindo a economia

    13 de outubro de 2017

    Reconstruindo a economia

    O ano de 2017 está a ser um ano muito positivo para a economia portuguesa, ou pelo menos isso é o que nos dizem os números, neste momento. No primeiro semestre do ano, de acordo com os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), a economia cresceu 2,8%, o melhor resultado registado desde o ano 2000. E para o conjunto de 2017, as previsões apontam para 2,5%. O PIB cresceu 1,4% em 2016 e para este ano a Comissão estima um avanço de 1,8%.

    Outro aspeto mais importante é a diminuição da taxa de desemprego. No segundo semestre do ano situou-se em 8,8%, com menos de meio milhão de desempregados em todo o país. Há não muito tempo, em 2013, a referida taxa chegou a rondar os 17%, com 920.000 desempregados. Parte desta recuperação é devida ao turismo que tão bons resultados está a colher. Nos primeiros sete meses de 2017 foram criados 52.000 postos de trabalho neste sector e desde janeiro do ano passado, o emprego no sector cresceu cerca de 25%, o que prova a dinâmica de crescimento do turismo e o seu papel no emprego e na economia.

    Continuar a ler

  • A ‘OPERAÇÃO BIKINI’ DOS BALANÇOS: O DESAFIO SUPREMO DOS BANCOS CENTRAIS

    19 de julho de 2017

    A ‘OPERAÇÃO BIKINI’ DOS BALANÇOS: O DESAFIO SUPREMO DOS BANCOS CENTRAIS

    Os grandes problemas requerem soluções à sua altura. E têm consequências que não são exatamente pequenas. É o que acontece com os bancos centrais, que depois de quase uma década de esforços imparáveis, com medidas monetárias sem precedentes para combater a maior crise desde a 'Grande Depressão', têm agora de encarar o caminho de volta. Este recuo será o autêntico “teste do algodão” da recuperação económica. Será a prova de fogo para perceber até que ponto é artificial, e está suportada apenas pela extraordinária ajuda dos 'money lords”, ou seja, senhores do dinheiro e do poder, ou é real, e apoia-se nas raízes sólidas dos resultados e investimentos empresariais, do consumo privado e do mercado laboral.

    Continuar a ler

  • INVESTIR OU POUPAR? O SER OU NÃO SER DAS EMPRESAS NAS ECONOMIAS DESENVOLVIDAS

    02 de maio de 2017

    A procura de Investimento nas Economias

    Apresentamos a nova Folha de Análise criada pelo Gabinete de Estudos Económicos da AXESOR intitulada A procura de Investimento nas Economias Desenvolvidas. Neste relatório analisam-se as consequências do déficit crónico de produção e de investimento que está a ocorrer nas principais economias do mundo. A recuperação dos resultados empresariais, à medida que a pior parte da crise vai ficando cada vez mais longe, não se está a traduzir num aumento significativo do investimento empresarial. Em vez de investir no aumento da capacidade de produção ou de inovação, as empresas estão a optar por encher os seus mealheiros. Os dados indicam claramente que as empresas não financeiras mostram uma capacidade de autofinanciamento cada vez maior, superando ano após ano o seu nível de poupança comparativamente ao do investimento.

    Continuar a ler

  • Todo el dinero para la banca y el ladrillo

    08 de setembro de 2016

    Mientras la política española permanece incapaz de romper la parálisis que la atenaza, la economía mantiene su velocidad de crucero (la previsión contenida en nuestro último informe de coyuntura FOCUS es de un crecimiento muy próximo al 3%) y la iniciativa emprendedora cambia de marcha y acelera a toda velocidad. De acuerdo con los datos recopilados por nuestro Gabinete de Estudios Económicos y publicados en nuestro Radar Empresarial, en agosto se dieron de alta 7.348 sociedades, un aumento del 28,6% comparado con el mismo mes del año pasado. Nunca en toda la crisis el mes de agosto se había saldado con más de 7.000 nuevas sociedades dadas de alta, lo que puede servir para hacerse una idea de la efervescencia de la actividad emprendedora.

    Continuar a ler

  • 2015 Año récord del sector Turístico Español

    17 de junho de 2016

    Infografía acerca de la evolución del sector turismo en España durante el año 2015

    Continuar a ler